Sicredi apoia desenvolvimento de MEIs com o programa Cooperação na Ponta do Lápis

A Sicredi Região da Produção RS/SC/MG está apoiando os pequenos
negócios e Microempreendedores Individuais associados, para que tenham
ainda mais possibilidades de se fortalecer, especialmente nesse período de
dificuldades econômicas, de diversas formas – e não só por meio da
concessão de crédito.
Procurando entender as reais necessidades dos associados, os
colaboradores do Sicredi tem voltado sua atenção através de consultorias
financeiras personalizadas para cada negócio, com auxílio na organização de
fluxo de caixa, estoque, folha de pagamento, produtos de adquirencia,
treinamento para colaboradores, dentre outros fatores que podem melhorar a
rentabilidade da empresa.
“Estamos buscando cada vez mais ser parceiros, para que seja uma
relação ganha-ganha, em que todos saiam beneficiados”, explicou o Presidente
da Cooperativa, Saul Rovadoscki.
Neste período de pandemia e recessão econômica, muitos pequenos
negócios precisaram se reinventar ou readequar, e o Sicredi está
disponibilizando várias ferramentas, como o Sicredi Conecta, por exemplo, o
Portal do MEI, e também um novo programa de formação de educação
financeira, que irá apoiá-los em suas tomadas de decisões.
Programa Cooperação na Ponta do Lápis
O novo programa de educação financeira, chamado Cooperação na
Ponta do Lápis, está sendo trabalhado pelos colaboradores nas agências,
nesse momento, exclusivamente com os associados MEIs
(Microempreendedores Individuais).
A proposta da cooperativa é ser um agente de mudança e gerar impacto
positivo na comunidade, por meio desse programa inovador e permanente. É o
primeiro passo na construção de novos hábitos financeiros para que possamos
contribuir ainda mais com os negócios a manter uma vida financeira
sustentável e saudável.
“Começamos com o lançamento desta primeira fase, mas sabemos que
ela é só o começo da jornada. Nossas equipes estão realizando vários
encontros virtuais e individuais para contribuir com o associado, analisando
seus habituais controles, fluxos de caixa, e sem esquecer que os sonhos do
associado e da MEI precisam estar registrados para que ambos possam
prosperar”, finalizou Saul, acerca do Programa.

Fonte: Sicredi Região da Produção RS/SC/MG

Post: Alana Santos