Live com Roberto Tranjan destaca relação do Cooperativismo com a Nova Economia

Bate-papo inspirador e construtivo foi proporcionado pela Sicredi Região da Produção RS/SC/MG nas redes sociais

        Com o objetivo de estreitar laços e manter a proximidade de seus associados, mesmo com o distanciamento social exigido, a Sicredi Região da Produção RS/SC/MG promoveu, nesta semana, a live “A relação do cooperativismo com a nova economia”. O evento on-line foi mediado pelo diretorexecutivo da cooperativa, Marcos Dorigon, e recebeu o empresário, escritor, palestrante e educador empresarial Roberto Tranjan.

                Durante a conversa, o escritor destacou características e benefícios da Nova Economia que vem emergindo no cenário atual, em contraponto à velha economia. Segundo ele, a primeira é um despertar da consciência para o trabalho com mais propósito, para olhar as pessoas enquanto processos, para o cuidado consigo, com o outro e com o planeta onde vivemos. A Nova economia é abundância, prosperidade, inovação, enquanto a velha economia possui foco no resultado final, no lucro, na escassez, na extração, numa forma de sobrevivência governada pelo medo, que gera falsa segurança e comodismo, e que considera as pessoas apenas como recursos para chegar aos fins.

                O novo modelo de consciência econômica proposto por Tranjan está profundamente conectado, interligado aos princípios do cooperativismo e sobretudo, do propósito da Sicredi Região da Produção: ambos priorizam a preocupação com as pessoas, a atenção e interesse genuíno, a realização de sonhos e o crescimento econômico aliado ao desenvolvimento social de toda a comunidade. “Esta é uma forma de atuação em que o amor governa, em que há mais significado para todos os envolvidos, em que é possível oferecer mais e agradecer a farta, ao invés de reclamas as faltas”, explicou.

Questionado sobre como começar a colocar em prática esta nova visão de economia (mais coerente, benéfica e coletiva), Tranjan orienta que sejam revistos comportamentos de autoridade, controle, apego e competição. Para isso, propõe o Código AIA – três palavras para serem aplicadas no dia-a-dia: A – Atenção com o associado; I – interesse genuíno; A – amor pelo próximo. Além de aplicar-se ao trabalho, empresas e instituições, é uma forma de viver que pode ser incorporada e gerar benefícios em todas as relações humanas.

A live está disponível no instagram da cooperativa @sicrediregiaodaproducao e pode ser assistida à qualquer momento.

Fonte: Comunicação Sicredi Região da Produção RS/SC/MG

Comenta aí o que você achou dessa matéria...