Temporal e ciclone provocam danos estruturais em zona rural, mas não prejuízos significativos para culturas e criações

A Emater/RS-Ascar, em parceria com a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), realizou um breve levantamento, na tarde desta quarta-feira (1º/07), dos efeitos do temporal e ciclone que atingiram o Estado no final de junho. De acordo com as informações disponibilizadas até o momento, de modo geral, no meio rural não ocorreram prejuízos significativos para as culturas e criações do Estado.

Os prejuízos, de forma bem localizada, foram contabilizados em estruturas afetadas, como galpões, estufas e silos, além de destelhamento de casas. Também ocorreu interrupção do fornecimento de energia elétrica, a qual está sendo reestabelecida no dia de hoje. O caso de interrupção muito prolongada poderá causar algum prejuízo na produção leiteira. 

Houve relatos de prejuízos no reflorestamento na região de Erechim; na cultura do alho na região de Caxias do Sul e nas olerícolas e bananais do Litoral Norte.

Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar 
Jornalista Taline Schneider

Comenta aí o que você achou dessa matéria...