Ação Mulher Sicredi é reinventado e surpreende de maneira virtual

Continuidade do movimento contou com a participação de mais de 250 mulheres

A Sicredi Região da Produção RS/SC/MG retomou, na quinta-feira, 04/06, de forma online, seus encontros com todas as participantes do Programa Ação Mulher – iniciativa social da Cooperativa que visa o empoderamento e o protagonismo feminino, através do empreendedorismo.

O encontro virtual ocorreu com mediação do facilitador, Marcos Schwingel, e com a participação e engajamento de mais  de 250 mulheres – que já haviam participado no ano anterior. Já na terça-feira, 09/06, a conversa aconteceu com uma nova turma, abrangendo novas áreas onde a Cooperativa atua.  

Com o tema “Quem sou eu nesse novo momento?”, ambos os grupos foram provocados a construir em casa, junto da família, guirlandas ou placas, a fim de espalhar bons sentimentos, por meio de mensagens positivas. Para a Diretora de Operações da Sicredi Região da Produção, Catiane Menin, que participa do Programa, esta atividade, em especial, traz à tona atitudes importantes de empatia, que sempre são importantes, mas que nos dias atuais podem gerar ainda mais impacto. “Estamos espalhando mensagens de alegria, de empatia, de valorização, que são capazes de fomentar o hábito da gentileza, e que podem fazer a diferença na vida de alguém. É um carinho na alma de quem recebe, de quem vai ver”, explicou.

O cronograma das atividades inclui mais três encontros virtuais, que terão como temas: “Reorganização financeira, já!”, “Relacionamentos dentro de casa e na sociedade” e “Redes Sociais: distração, trabalho ou vício?”.

Para o Presidente da Cooperativa, Saul Rovadoscki, o Programa é motivo de imensa satisfação e traz o desafio em sua essência, sobretudo, nesse momento em que não podem haver encontros presencias. “A Sicredi, enquanto equipe, o Comitê Mulher, as embaixadoras e todas as participantes estão se reinventando, se desafiando a lidar com a tecnologia, para que o programa continue proporcionando essa caminhada de conhecimento, que tem como resultado o empoderamento feminino”, completou.

Resultados do programa

Para o facilitador, Marcos Schwingel, os resultados do programa tem sido fantásticos. “Já tivemos participantes relatando que se tornaram mais ativas em suas tarefas rotineiras, mudaram a percepção sobre suas atividades; que resolveram ingressar na faculdade, abriram o próprio negócio, se tornaram voluntárias, dentre outras mudanças. Mas penso que a maior delas foi provocada no íntimo de cada uma. As reflexões que fizeram sobre suas vidas, suas relações pessoais ou profissionais, certamente as instigaram a buscar mais aquilo que gostam, a estudar mais, a crescer, a cooperarem entre si, a se conectarem, a mudarem a sua realidade para melhor. E esse é o nosso objetivo: fazer com que cada uma seja a protagonista da mudança que quer ver no mundo”, afirmou.

Fonte: ASCOM Sicredi Região da Produção RS/SC/MG

Comenta aí o que você achou dessa matéria...