Testes para Covid-19 estarão à disposição dos municípios da AMZOP

Presidente da Associação, Gerri Sawaris, se reuniu com idealizadores de projeto, na UFSM- Campus Palmeira das Missões

O presidente da Associação dos Municípios da Zona da Produção (AMZOP), Gerri Sawaris, juntamente com Eduardo Freire, que coordena a Federação dos Municípios do Rio Grande do Sul (FAMURS), esteve participando de um encontro com o diretor do campus da UFSM/PM Rafael Lazzari, o diretor executivo do Consim, Vergílio Casani, o Prof. Dr. da UFSM/PM Daniel Graichen, a enfermeira Priscila Rodrigues e o secretário de Saúde Paulo Fernandes – ambos representando o COE. A reunião ocorreu nas dependências da Instituição de Educação e tratou da realização de testes para Covid-19 na região.

Uma quantidade de insumos suficiente para cerca de 1900 diagnósticos foi adquirida, sendo que, de acordo com o professor Daniel Graischen, 100 pessoas já foram testadas. Os kits restantes, montados nos Laboratórios de Genética Evolutiva e Microbiologias, também poderão ser disponibilizados, de maneira emergencial, aos municípios que entrarem na compra da segunda leva de materiais.

O diretor executivo do Consim, Vergílio Casani, enfatizou que o objetivo é que as cidades pertencentes à região da Amzop entrem na segunda etapa, chegando assim a 52 municípios realizando testes na UFSM/PM. Outros 10 já aderiram à primeira compra.

Já o presidente da Amzop e prefeito de Constantina, Gerri Sawaris, garantiu que a região da Amzop estará se adequando às medidas essenciais para a participação no processo de testagens para Covid-19, feitas na Universidade.

Segundo o diretor do campus da UFSM/PM, Rafael Lazzari, o laboratório da Universidade conta atualmente com cerca de 25 profissionais devidamente treinados que atuam diariamente na elaboração dos testes, entre docentes e técnico-administrativos em educação, alunos de graduação e pós-graduação e egressos com experiência em biologia molecular e microbiologia.

Os procedimentos para verificar a existência ou inexistência de material viral na amostra do paciente levam em torno de um dia para serem concluídos. Os testes são validados pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul Lacen/RS.

Fonte: Ascom AMZOP