Brigada Militar fará visitas a agricultores e abordagens em estradas rurais

A Brigada Militar, preocupada com as ocorrências na área rural dos município da região, irá desenvolver um projeto, com intuito principal de reduzir o número de delitos como: roubo, furto ou abigeato. Para isso, o segundo Pelotão da Brigada Militar de Sarandi, com sede no município de Ronda Alta, o qual além do referido município, abrange também Rondinha, vai aumentar as patrulhas no interior desses dois municípios.

Além do patrulhamento, os policiais farão visitas aos moradores dessas comunidades, onde será feito um levantamento de quantas famílias residem em cada comunidade, além de outros dados necessários. O objetivo principal das visitas é conseguir o número telefônico de alguns moradores, para que seja criado um grupo de WhatsApp através da Brigada Militar, para que as pessoas possam entrar em contato direto com a instituição, bem como, possam dividir informações entre elas. Exemplo: em uma determinada comunidade passou um veiculo suspeito, com essa ferramenta que é o Whatsapp, as demais comunidades poderão ficar atentadas a tal veiculo, assim como demais atitudes que fogem da rotina de tal comunidade.

O comandante do 2º Pelotão, o Tenente Petry informou que o projeto já era pra ter sido posto em prática no início do ano, porém, com o período da safra do milho e soja, bem como o problema de saúde pública gerado com o Covid-19, foi aguardado para dar início. “Queremos que as pessoas se aproximem da instituição, esta que tem o objetivo principal de servir a comunidade” afirmou.

No primeiro momento serão feitas as visitas aos moradores, colhendo dados e posteriormente será criado o grupo do WhatsApp com moradores de todas comunidades. Há o entendimento que muitos agricultores não dispõe de internet, mas quanto mais pessoas o projeto conseguir agregar, melhor. Segundo a Brigada Militar, a questão do patrulhamento rural não ficará de lado, aliás, a realização de abordagens no interior em determinados horários também é um dos objetivos.

Nessas abordagens o objetivo principal é verificar se tais pessoas abordadas residem na região e o que estão fazendo no local. O objetivo é evitar que pessoas mal intencionadas venham a cometer crimes. Infelizmente pela falta de efetivo, não poderá ser diariamente realizado esse trabalho, mas que em dias oportunos e incertos ele serão desempenhados. “Não se quer fazer fiscalização de trânsito e multar as pessoas, se quer é garantir a segurança das pessoas” frisou o Ten. Petry.

Assim, a Brigada Militar orienta as pessoas a não se assustarem quando receber a visita dos policiais em suas residencias, bem como quando forem abordadas em estradas na área rural. Saibam que podem confiar nesta instituição que tanto preza pela vida e segurança das pessoas.

Comenta aí o que você achou dessa matéria...