Equipe da Hidrelétrica Passo Fundo realiza inspeções no reservatório da usina

As chuvas dos últimos dias não têm sido significativas para o enchimento do reservatório e para a geração de energia da Usina Hidrelétrica Passo Fundo (UHPF), localizada no Rio Passo Fundo, no município de Entre Rios do Sul.

Ao longo do ano de 2019, a Usina manteve apenas 60% da sua capacidade máxima de geração (226 MW), e, mesmo assim, o nível atual do reservatório  encontra-se na cota 589,90m, equivalente à aproximadamente 30% de sua capacidade de armazenamento, bem perto da mínima histórica registrada em 2012, quando chegou  a cerca de 29% da sua capacidade.

Para se antecipar e mitigar os possíveis prejuízos ambientais à fauna, equipes da usina realizam inspeções específicas e diárias para monitorar lagoas temporárias formadas em períodos de baixa ocorrência de chuvas.

A previsão meteorológica não é animadora e indica a permanência de precipitação abaixo da média. Ao mesmo tempo, explica o engenheiro de pré-operação da ENGIE, Rafael Silva de Almeida, há uma elevação da demanda de energia no país. “Não é a Usina que determina o seu montante de produção de energia elétrica e o consequente nível da água de seu reservatório”, esclarece o engenheiro. “Ela obedece a programação definida pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico – ONS”.

O gerente da Usina Passo Fundo, Ederson Maia, informa que as inspeções realizadas nos últimos dias têm o objetivo de se antecipar para promover o resgate de peixes que ficam aprisionados nas poças, evitando o perecimento. “Nesse período realizamos monitoramento para avaliar as espécies e suas populações, principalmente quanto ao comportamento reprodutivo e alimentar”, afirma.

Em paralelo a essas atividades relacionadas com ictiofauna,  – outros programas socioambientais são desenvolvidos na Usina. Para alertar e educar a população sobre a importância da água na região, é oferecido o programa de Educação Ambiental, que neste ano alcançou 1.700 pessoas.

Nele são realizadas atividades como palestras, oficinas, visitas à trilha ecológica e ao horto florestal, distribuição de material didático e dinâmicas ambientais. Entre os temas abordados, conta o gerente, estão água, conservação de nascentes, ictiofauna, flora, preservação de Áreas de Preservação Permanente (APPs) e biodiversidade A Usina Passo Fundo fecha o ano de 2019 com números significativos na área ambiental: 7.800 mudas nativas plantadas, 11 mil mudas doadas e 1.150 visitas.

Para auxiliar no resgate e salvamento de peixes aprisionados nessas lagoas temporárias, solicitamos que aquelas pessoas que identificarem alguma lagoa ou poças que apresentem peixes em estado agonizante ou em vias de perecimento, entre em contato conosco, através do telefone (54) 3544-1166, que iremos promover o resgate.