Dia Nacional da Extensão Rural é celebrado nesta sexta-feira

Na sexta-feira (06/12) é comemorado o Dia Nacional da Extensão Rural. A data é alusiva ao dia em que foi fundada, no ano de 1948, a primeira Emater do Brasil, em Minas Gerais, sendo essa pioneira na experiência brasileira direcionada para a introdução de novas técnicas de agricultura e economia doméstica, de incentivo à organização e de aproximação do conhecimento gerado nos centros de ensino e de pesquisa aos produtores rurais.

De acordo com o presidente da Emater/RS, Geraldo Sandri, “é com a Extensão Rural que se desenvolvem ações imprescindíveis para o desenvolvimento agrícola por meio da democratização dos espaços e validação dos anseios das comunidades, se levando os princípios de cidadania a agricultores e pecuaristas familiares, pescadores artesanais, indígenas e quilombolas”.

No Rio Grande do Sul, os serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural e Social oficial do Estado são prestados desde a década de 1950. Em junho de 1955 foi fundada a Associação Sulina de Crédito e Assistência Rural (Ascar), que, 22 anos depois, se desmembraria em um novo braço, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural e Social (Emater).  

Assim nasceu a Emater/RS-Ascar, Instituição sem fins lucrativos, conveniada à Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), que hoje atua no auxílio a 210 mil famílias de pequenos produtores rurais. São cerca de 2.120 empregados, das mais diversas formações, atuando para levar a esse público: informação, conhecimento, capacitação, assistência técnica, saneamento, sucessão rural, cooperativismo, associativismo e agroindustrialização.

Sandri destaca que para garantir esses serviços de qualidade, a gestão está engajada em fazer uma administração baseada na unicidade de esforços e governança dentro da Instituição, por meio do controle interno, ouvidoria, ajuste orçamentário e, principalmente, aproximação com os mais de dois mil empregados. “Além de trabalho externo, de alinhamento aos parceiros, através da aproximação com as comunidades e prefeituras e renovação do contrato de serviços prestados com o Governo do Estado”, conta.

Comenta aí o que você achou dessa matéria...