Em Assembléia na Capital, servidores da educação definem que irão manter a greve:

Presume-se que esta seja uma das maiores mobilizações dos últimos tempos. Um grupo de Ronda Alta também se deslocou à Porto Alegre.

Uma nova assembleia foi realizada hoje, 26/11/19, na Praça da Matriz em Porto Alegre para protestar contra o pacote de medidas do governo. O agrupamento dos servidores públicos estaduais da educação começou por volta das 13h30min.

As informações do CPERS dão conta de que 173 ônibus, totalizando 8.245 manifestantes partiram do sentido interior para a Capital Gaúcha. Uma dessas comitivas, é do município de Ronda Alta desses, que também se uniu a mobilização.

Foi definido ao fim do ato, que a greve continua. Pelo menos 15 mil pessoas estiveram presentes nessa Assembléia, entre professores, funcionários, alunos e pais.

Vídeo divulgado por Leite
Nessa segunda-feira, 25 de novembro, o Governador Eduardo Leite divulgou uma tabela na qual mostra como ficariam os vencimentos dos professores.

Pela proposta a diferença entre um professor que tem formação de magistério (Ensino Médio) e um professor que tenha uma formação superior com Especialização é de apenas R$177,00. Esse é mais um dos motivos que deixa a categoria insatisfeita, além do mais, a reivindicação pauta o pagamento em dia e as perdas salariais dos últimos cinco anos.

Comenta aí o que você achou dessa matéria...