‘O dinheiro será do criminoso’, diz delegado sobre manutenção do Camaro da Draco

entrega do veículo apreendido de um golpista na Operação Pólis ocorreu hoje (4).

Segundo Diogo Ferreira, o Estado terá apenas o custo com o combustível do carro. A manutenção será feita com recursos apreendidos na Pólis. “Para pneu, amortecedor, parafuso, qualquer problema [no carro], o dinheiro utilizado será o do criminoso”, explicou.

Além disso, um posto de combustíveis de Passo Fundo também será parceiro da Draco na manutenção. “Todos sabem a situação do Estado. Não faríamos uma medida que traria prejuízo ou oneraria os cofres do Estado”, disse.

Para o processo de envelopamento e personalização do carro para utilização como viatura também foi feita uma parceria com empresários. Esse valor também foi obtido com uma parceria do MP.

O titular da Draco explica que o veículo não será utilizado em todas as atividades da PC. “É mais um gesto simbólico. Queremos demostrar que o crime não compensa”, comentou.

Sobre a alienação do bem, o delegado explica que só poderia ser feita após o fim do processo, o que demoraria anos. “Não teria nenhum utilidade prática de imediato. Por isso, decidimos fazer o que foi feito”, disse Diogo Ferreira.

Fonte: Diário da Manhã

Fotos: Vinicius Coimbra | Diário

Clique aqui para acessar a matéria oficial.

Comenta aí o que você achou dessa matéria...