Falece Bispo emérito de Passo Fundo, o mais idoso do Rio Grande do Sul

A Arquidiocese de Passo Fundo está comunicando o falecimento de Dom Urbano José Allgayer nesta terça-feira, aos 95 anos, o mais idoso dos Bispos do Rio Grande do Sul. O velório iniciou às 07h30, na Catedral N. Sra. Aparecida. Às 12h e às 16, haverá missas de exéquias, sendo que após a missa das 16h, seu corpo será sepultado no cemitério das irmãs de Notre Dame, na Casa Santa Cruz, em Passo Fundo.

Dom Urbano nasceu no dia 16 de março de 1924, em Lajeado, RS.

Fez seus estudos primários e secundários no Seminário Menor São José em Gravataí. Ingressou no Seminário Maior de São Leopoldo, em 1944, para os estudos de filosofia e teologia, concluindo-os em 1950. Foi ordenado presbítero em 10 de dezembro de 1950 em sua cidade natal. Foi cooperador nas Paróquias de São Geraldo e São Pedro, em Porto Alegre, nos anos de 1951 a 1953. De 1954 a 1967, foi pároco da Paróquia Santo Antônio Pão dos Pobres. De 1967 a 1982 foi Vigário Geral da Arquidiocese de Porto Alegre. De 1953 a 1958, foi professor de Ética e História da Igreja, na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Em 1983, fez curso de atualização sobre o Novo Código de Direito Canônico, na Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma. Aos 5 de fevereiro de 1974, foi nomeado pelo Papa Paulo VI, como Bispo Auxiliar de Porto Alegre com o título de Tununa. Seu lema episcopal era: “Conservar a unidade do Espírito” (Servare Unitarem Spiritus). Foi ordenado bispo, aos 24 de março de 1974. Em 4 de fevereiro de 1982, foi nomeado bispo da Diocese de Passo Fundo pelo Papa João Paulo II. Seu pedido de renúncia à função, em razão da idade, foi aceita também pelo Papa João Paulo II em 19 de maio de 1999. Foi Secretário do Regional Sul 3 da CNBB de 1974 a 1983.

Publicou os seguintes livros: Compêndio de Moral Católica, pela PUCRGS; O Dízimo, hoje; Aminsitração diocesana e paroquial; Crônicas selecionadas, em 2000; São Paulo e o Povo Bíblico, em 2009.

Comenta aí o que você achou dessa matéria...