Ronda Alta encerra o funcionamento dos programas PIM e Criança Feliz

O Município de Ronda Alta procedeu nesta semana o encerramento das atividades do Programa Estadual PIM (Primeira Infância Melhor) e do Programa Federal Criança Feliz. O anúncio ocorreu na manhã de terça-feira, 23 de abril, durante a reunião do Prefeito com os secretários municipais.

Ambos foram criados pelo Estado e pela União que detinham o pagamento de parte dos recursos investidos nessas atividades sendo que o Município contribuía com o restante. As dificuldades verificadas nos repasses de recursos pelo estado do Rio Grande do Sul são de conhecimento público e se agravaram desde junho de 2018, quando cessaram os pagamentos, e daquela data em diante todo o custeio do programa estadual passou a ser feito pelo município. No entendimento da Administração atual e considerando outros programas que também estão subfinanciados, a opção pela extinção do programa fez-se necessária. No mesmo caminho andou o programa Criança Feliz, que teve os recursos suspensos desde o início de 2019.

O Prefeito Municipal, Miguel Angelo Gasparetto, considera que as dificuldades vividas pelos governos Estadual e Federal são perfeitamente justificadas, mas o Município não poderá arcar com as responsabilidades decorrentes do atraso dos pagamentos, pois compromete as demais atividades.

Os atendimentos feitos pelos programas serão substituídos pelas atividades realizadas nas Secretarias de Educação e da Assistência Social na destinação de vagas atendidas tanto nas creches municipais como no CRAS (Centro de Referência da Assistência Social).Foto: Anúncio do encerramento dos programas ocorreu durante reunião dos secretários municipais

Fonte: A.I. Pref. Mun. de Ronda Alta/ Silvia Dóro

Comenta aí o que você achou dessa matéria...