Conheça o Peg Pag: negócio as margens da ERS 404 que serve como “teste de honestidade”

Na tarde de quinta-feira, 24 de janeiro, nossa equipe visitou a família Martins, que reside na Linha Baios Altos, interior do município de Rondinha. O intuito desse encontro, foi para ver de perto a ideia que está dando muito o que falar na região norte do Estado do RS. A matéria aborda sobre o “Peg Pag”.

A tenda Peg Pag foi pensada pelo agricultor Alisson Ribeiro Martins. Como a família reside praticamente as margens da ERS 404 e produz abóbora, melancia e moranga cabotiá, além de outras culturas, fizeram um negócio que se baseia exclusivamente na honestidade do cliente. Isso se deve ao fato de que a tenda não é supervisionada por eles. O cliente para o carro as margens da ERS 404, pega o produto, deixa o dinheiro na caixinha e está feito o negócio.

O pai, Deni Martins, contou pra nossa reportagem que até o momento, nesses 6 primeiros dias de trabalho em que expuseram os itens na tenda Peg Pag, todos os clientes foram aprovados no teste da honestidade. Pegaram os produtos e colocaram o dinheiro na caixinha, tudo dentro dos conformes.

Para nossa equipe, é uma honra pautar histórias como essa. Pessoas humildes, honestas e que acreditam no próximo. Temos esperança de que homens e mulheres de bem ainda são maioria no mundo e a família Martins é um desses exemplos que devem ser seguidos. Parabéns, são atitudes como essas que transformam o mundo!

Veja o vídeo completo:

Você já imaginou um empreendimento sem ter alguém para lhe atender? Então olha só esta história:

Na tarde de quinta-feira, 24 de janeiro, nossa equipe visitou a família Martins, que reside na Linha Baios Altos, interior do município de Rondinha. O intuito desse encontro, foi para ver de perto a ideia que está dando muito o que falar na região norte do Estado do RS. A matéria aborda sobre o “Peg Pag", veja:Informações: Rogério dos Reis/ Edição: Welliton Fortes

Publicado por Rádio Navegantes em Sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

Informações: Rogério dos Reis

Edição: Welliton Barreto Fortes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *