Organizadas do Inter podem ser extintas, diz procurador

Guarda Popular e Camisa 12 protagonizaram confronto durante jogo contra Veranópolis

Já punidas com a pena de suspensão pelo Inter após protagonizar um confronto durante o jogo contra o Veranópolis, as torcidas organizadas Guarda Popular e Camisa 12 podem receber do Ministério Público do Torcedor uma punição muito mais grave. De acordo com o promotor Márcio Bressani, que concedeu entrevista à Rádio Guaíba nesta segunda-feira, os dois grupos podem ser banidos por três anos ou até mesmo extintos.

“A gente já está com as imagens que foram produzidas para identificar os torcedores das duas organizadas. Eles já estavam suspensos por fatos ocorridos na partida contra o Cruzeiro, no Beira-Rio. Em relação ao Inter, provavelmente o desdobramento vai se dar a partir da publicação da súmula e da provocação da justiça desportiva”, explicou Bressani.

Conforme Bressani, há duas frentes para serem analisadas no  caso das duas torcidas. “O estatuto do torcedor fala que a suspensão pode ser de três anos. O Ministério Público tem trabalhado para solicitar um prazo maior por causa do descumprimento da punição”, acrescentou.

Fonte:Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *