Diagnóstico precoce pode aumentar em 90% as chances de cura nos casos de câncer de próstata

O Instituto Nacional do Câncer (INCA) estima que até o final do ano cerca de 61 mil novos casos de câncer de próstata devem ser detectados no Brasil. Segundo a entidade, a doença é a segunda que mais afeta e compromete a saúde masculina.

Conforme o urologista do Hospital da Cidade, Nícolas Leal a recomendação dos especialistas é de que todo homem a partir dos 50 anos procurem um urologista. Ressaltou que se houver histórico familiar de câncer de próstata a orientação é de que faça os exames já partir dos 45 anos. Sendo que os mais indicados são exame do PSA e do toque retal, que são capazes de apontar possíveis alterações.

Ele explicou que a doença é multifatorial, poder ser causada pela idade, propensões genéticas, obesidade e alimentação rica em gorduras. O urologista destacou que em uma consulta de rotina, com um simples exame é possível detectar sintomas que levam ao câncer de próstata. Frisou que com um diagnóstico precoce e um tratamento adequado, as chances de cura aumentam em mais de 90%, proporcionando maior qualidade de vida ao paciente.

Fonte: Rádio Uirapuru

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *