Guardiões planejam ações para fomentar resgate de sementes e mudas em Jaboticaba

A equipe da Emater/RS-Ascar de Jaboticaba reuniu, na tarde de quinta-feira (27/20), os guardiões de sementes do município para planejar as próximas ações do grupo para o fomento do resgate e da disseminação do conhecimento sobre sementes e mudas crioulas. O resgate de sementes crioulas é uma ação muito presente no município, incentivada pela Emater/RS-Ascar. É uma atividade desenvolvida em grande parte pelas mulheres e que garante a segurança e soberania alimentar da família. “Através da variedade de sementes que eu tenho em casa consigo produzir diversos tipos de feijão, arroz, todo o tipo de verdura, frutas. Plantando com as minhas sementes eu sei aquilo que eu e minha família estamos comendo”, comentou a agricultora e guardiã de sementes, Edith Tereza Busanello Botton.

“Nós plantamos de tudo na propriedade, tudo o que nós consumimos, desde farinhas, carne, tudo. É pela conscientização do bem que isso traz às pessoas que participamos desse grupo”, comentou a agricultora e vereadora, Euclídia Cherentin Dall Bianco. A intenção do grupo de Guardiões de Sementes de Jaboticaba é motivar outras pessoas em busca do reconhecimento e valorização quanto à importância deste trabalho, que promove a segurança e soberania alimentar.

O técnico em agropecuária da Emater/RS-Ascar, Maurício Stochero, e a extensionista social, Patrícia Ciliato Mori, falaram de outras ações desenvolvidas no município, como as ações com os guardiões de sementes, que também estão inseridas na Campanha Regional Produza seu alimento e colha saúde, promovida pela Emater/RS-Ascar em 42 municípios da região. Patrícia ressaltou também os benefícios econômicos da produção para subsistência das famílias.

Em um levantamento realizado com algumas propriedades do município, o consumo de alimentos de uma família de quatro pessoas representa, em um ano, cerca de R$15 mil. “É com esse expressivo número que queremos conscientizar as famílias sobre a importância da produção de diversificados alimentos na propriedade. Além dos benefícios para a saúde, através do consumo de alimentos naturais e mais saudáveis, o cultivo na propriedade para subsistência representa uma enorme economia para as famílias”, reforçou a extensionista. Segundo ela, o segredo da produção para subsistência é a diversificação.

732_-_jaboticaba_-_guardi_es_de_semente

A reunião com os Guardiões de Sementes de Jaboticaba contou com a presença do gerente adjunto do Escritório Regional da Emater/RS-Ascar de Frederico Westphalen, Mario Coelho da Silva. Para ele, esse trabalho precisa ser continuado e intensificado, promovendo o cultivo com maior escala, para ampliar a diversificação na alimentação e a geração de renda das famílias envolvidas. Mario falou ainda sobre o planejamento dessas ações, que precisam ser pensadas levando em conta o calendário de cultivo e da comercialização na época certa.

“As comunidades rurais são responsáveis pela conservação de uma riquíssima diversidade de espécies e variedades, adaptadas aos mais diferentes usos e necessidades. Para dar continuidade a essa história que a Emater estimula e incentiva o trabalho de resgate de sementes e mudas crioulas, visando a segurança e soberania alimentar das famílias, bem como a geração de renda”, finalizou Mario.

Fonte: Assessoria Emater/Ascar-RS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *