Grêmio tem quatro decisões em apenas dez dias

Quatro decisões em dez dias. O Grêmio se reapresentou nessa segunda-feira, após um final de semana inteiro de descanso, e deu início à preparação para uma série de jogos que podem definir o futuro do clube no Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil. A maratona começa nesta quinta-feira, contra o Atlético Paranaense, na Arena, em confronto direto pelo G6 do Brasileirão.

No domingo, o Tricolor encara o Santos na Vila Belmiro. Dia 19, faz o segundo jogo diante do Palmeiras pelas quartas de final da Copa do Brasil, também em São Paulo. E no dia 23, tem o clássico Gre-Nal na Arena. “Esse descanso de dois dias foi importante. Nós tivemos uma sequência na qual ficamos quase uma semana fora de casa. Mas hoje (ontem) já voltamos trabalhando forte”, destacou o meia-atacante Pedro Rocha.

Aos poucos o técnico Renato Portaluppi vai ganhando o reforço de jogadores que estavam no departamento médico. O volante Maicon voltou a treinar ontem e deve retomar a titularidade já na partida de quinta-feira. O equatoriano Bolaños trabalhou em separado, e sua utilização ainda é uma incógnita. Ele ainda não atuou sob o comando de Renato e vai aumentar a concorrência no ataque quando estiver apto a jogar.

“Essa disputa é sadia, todo mundo é amigo e quer o bem do outro, tudo é em prol do Grêmio”, avalia Pedro Rocha.

Na quinta-feira, ele e Everton brigam por um lugar no setor ofensivo da equipe, ao lado de Luan. “O mais importante é que o escolhido dê conta do recado. O Renato terá os treinamentos para testar e dar entrosamento ao time”, afirma Everton. O goleiro Marcelo Grohe participou apenas de uma parte do treinamento dessa segunda, mas não deve ser problema para enfrentar o Atlético-PR.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *