“Nunca vivemos uma situação como esta”, reconhece Carvalho

O vice de futebol do Inter, Fernando Carvalho, já viveu um momento parecido com o atual em 2002, quando era presidente do clube. Naquele ano, uma vitória sobre o Paysandu garantiu a permanência na Série A. No entanto, após a derrota dessa quinta para o Vitória, o dirigente admitiu que o clube nunca viveu uma situação parecida. “Na vez passada a gente não chegou a figurar na zona de rebaixamento”, destacou em entrevista coletiva após o jogo.

Segundo Carvalho, a alternativa é seguir trabalhando. “Peço a compreensão da torcida. É a sina do Inter ter muitas dificuldades na sua história e conseguir superá-las”, afirmou. “Estamos tristes, abatidos. Eu estou arrasado. Mas não vamos nos entregar”, reconheceu.
Após a derrota no Beira-Rio, o Inter sairá para três jogos longe de Porto Alegre – América-MG e Atlético-MG, pelo Brasileirão, e Fortaleza, pela Copa do Brasil. “Vamos sair e ficar uma semana fora. Não vamos jogar a toalha e tentaremos compensar os pontos que perdemos em casa”.
Carvalho foi categórico ao garantir a permanência do técnico Celso Roth. “Recém o Celso completa o seu sexto jogo e não vamos fazer mudanças. O treinador começa a conhecer seu grupo. Não adianta trocar (de treinador) toda a hora”, disse.
Com 27 pontos, o Inter é o 18º colocado do Brasileirão está a dois pontos do primeiro time fora da zona de rebaixamento, que é o Vitória.
Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *