Lavar o alimento retira parte dos agrotóxicos?

Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, lavar o alimento retira parte dos agrotóxicos. Mas não completamente.

A Anvisa explica que os agrotóxicos podem ser divididos quanto ao modo de ação. São sistêmicos ou de contato.

Os sistêmicos são aqueles que, quando aplicados nas plantas, circulam através da seiva por todos os tecidos vegetais. Por isso, a distribuição é uniforme e o tempo de ação é ampliado.

Já os agrotóxicos de contato agem externamente no vegetal e precisam entrar em contrato com o alvo biológico (pragas). Mesmo estes têm boa parte absorvida pela planta. Isso porque ele penetra pelas porosidades do alimento.

Lavar os alimentos em água corrente só remove parte dos resíduos de agrotóxicos que ficam na superfície. Mas isso não invalida a lavagem.

“Os agrotóxicos sistêmicos e uma parte dos de contato, por terem sido absorvidos por tecidos internos da planta, caso ainda não tenham sido degradados pelo próprio metabolismo do vegetal, permanecerão nos alimentos mesmo que esses sejam lavados. Neste caso, uma vez contaminados com resíduos de agrotóxicos, estes alimentos levarão o consumidor a ingerir resíduos de agrotóxicos.” – alerta a Anvisa.

Então, para reduzir o consumo de agrotóxicos, é preciso optar por alimentos orgânicos ou “Brasil Certificado”. Segundo a Anvisa, produtos com a origem identificada aumentam o comprometimento dos produtores com a qualidade dos alimentos.

E mais: alimentos da época – ou da estação, como dizemos – levam menos agrotóxicos.

Água sanitária remove agrotóxicos dos alimentos?

Anvisa informa que não há evidências científicas de que a água sanitária ou o cloro removam resíduos de agrotóxicos nos alimentos. Soluções de hipoclorito de sódio (água sanitária) devem ser usadas para a higienizar os alimentos com o objetivo apenas de matar agentes microbiológicos. A proporção é aquela que sempre falamos aqui: uma colher de sopa para um litro de água.

Fonte: Rádio Gaúcha



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *