Concurso busca reverter queda de efetivo nas polícias gaúchas

Brigada Militar e Polícia Civil devem ter reforço de 5,6 mil homens em 2018

O anúncio do governador José Ivo Sartori de um novo concurso para a área da Segurança Pública foi recebido com otimismo pelas chefias da Polícia Civil e Brigada Militar. Serão 4,3 mil novos policiais para a BM e 1,3 mil para a PC – além de 500 bombeiros. Caso ocorra dentro do previsto, o chamamento irá reverter, ao menos por ora, a tendência de redução dos efetivo das polícias gaúchas.

“É um momento histórico para a Brigada. A Brigada, nas últimas décadas, vem encolhendo na sua capacidade operativa devido à defasagem humana”, afirmou o comandante da BM, Andreis Dal’Lago. “Com este anúncio, além da formatura de 1060 PMs neste mês, e os 500 que se formam em fevereiro, somando todo este potencial humano, começamos a reverter a lógica complementou. De acordo com ele, apenas neste ano cerca de 800 brigadianos se aposentaram.

Segundo ele, os 4,1 mil soldados projetados para a Brigada Militar não devem ingressar na corporação todos na mesma hora. Mas, caso o governo acene desta forma, a BM garante que há a possibilidade de treinamento para todos ao mesmo temo. Dal’Lago salientou que são sete meses de preparação. Quanto aos 200 oficiais previstos no concurso, o coronel disse que seria bom se entrassem de 80 a 100 por vez.

Polícia Civil

A Polícia Civil gaúcha atualmente conta com efetivo de quase 5,2 mil agentes – cerca de 50% do previsto na legislação. “A ideia é justamente não só recompor o efetivo, mas também realocar policiais onde faltam”, afirmou o delegado Emerson Wendt, chefe da Polícia Civil. Conforme ele, a PC costuma registrar menos de 500 aposentadorias por ano.

Com os futuros agentes, além de recomposição, a polícia deverá ganhar efetivo, que será alocado nas delegacias já existentes e de determinadas áreas: “Certamente vamos trabalhar nos locais dos maiores índices de criminalidade e carência de efetivo”, afirmou.

 




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *