Exercício arbitrário das próprias razões é registrado em Ronda Alta

Na tarde de ontem, terça-feira, por volta das 17h30min o crime exercício arbitrário das próprias razões foi registrado na DP de Ronda Alta.

Segundo Art. 345 do Código Penal: 

– Fazer justiça pelas próprias mãos, para satisfazer pretensão, embora legítima, salvo quando a lei o permite: Pena – detenção, de quinze dias a um mês, ou multa, além da pena correspondente à violência.

O condutor de iniciais M. J. T. havia estacionado na Av. Presidente Vargas, especificamente em frente a casa lotérica o veículo gol bola, de cor prata, de placa KNG – 5728, de Rondinha-RS. O motorista foi pego de surpresa quando deslocava-se no sentido onde tinha deixado o automóvel e o mesmo não estava mais por lá.

Conforme informações da Polícia Civil, repassadas a reportagem da Navegantes, o veículo Volkswagen Gol foi levado na tarde de ontem e logo em seguida foi localizado. Diante da localização, a polícia verificou que não tratava-se de um furto, mas sim o exercício arbitrário das próprias razões, o que também remete a um crime, pois, o indivíduo que levou o carro acabou apossando-se de um bem que não era dele.

A ação envolveu BM e Polícia Civil na busca pelo veículo, que foi apresentado na DP na manhã de hoje, 28 de junho.

Redação: Welliton Fortes

 




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *