Evento marca abertura da colheita da uva em Frederico Westphalen

Na região Norte do RS a colheita da uva teve início ainda no mês de dezembro. As boas condições climáticas da região permitem a antecipação da safra e a comercialização da fruta a preços mais elevados. Para marcar oficialmente o início da colheita da safra no município de Frederico Westphalen, a Emater/RS-Ascar, Secretaria Municipal da Agricultura e Sindicato dos Trabalhadores Rurais, juntamente com a família Camargo, que disponibilizou sua propriedade, localizada na Linha Santos Anjos, para receber os visitantes, autoridades e lideranças locais para a realização do evento, promoveram nesta quarta-feira (11/01) a Abertura da Colheita da Uva de Frederico Westphalen.

O contato da família Camargo com a viticultura iniciou quando os dois irmãos, Alexandre e André Camargo, começaram a trabalhar sazonalmente na colheita da uva na Serra Gaúcha. Com o passar do tempo, Alexandre decidiu deixar a propriedade e se estabelecer perto do trabalho e o irmão, André, trabalhava a cada colheita e retornava à propriedade, para ficar junto dos pais, os agricultores Pedro e Daniela. Alexandre passou 16 anos trabalhando na Serra.

“Observando as condições que tínhamos lá e as que temos aqui, percebi que as daqui são até melhores para a produção da uva. Então, retornei e junto com o meu irmão estamos tentando alavancar a área, mostrar que o nosso potencial é grande, não só com a uva, mas com o vinho, com o turismo”, comentou Alexandre, que já se orgulha ao mostrar a construção da futura cantina de vinho e o local onde pretende receber turistas e visitantes na propriedade. “Aos poucos tudo foi crescendo e hoje já está tomando forma. Nós tivemos coragem de ir, mas tivemos que ter mais coragem ainda para voltar”, concluiu o jovem produtor.

A história da família Camargo é inspiração para muitos outros produtores do município. A produção de uva de Frederico ainda é muito pequena se comparada ao potencial que o município e região possuem nesse setor. “Aqui no município temos apenas 25 hectares. É pouco, mas ainda assim são 25 hectares bem manejados e com grande produtividade. Aqui na propriedade da família Camargo temos o exemplo do uso de sistema de uva protegido e o valor agregado que essas tecnologias representam. O nosso potencial é muito grande. O microclima daqui permite a antecipação da maturação de 30 dias em relação à Serra Gaúcha, isso agrega valor, entusiasma o produtor e é um estímulo para o aumento e incentivo à produção”, destacou o enólogo, Nivaldo Potrich.

O gerente do Escritório Regional da Emater/RS-Ascar de Frederico Westphalen, Francisco Frizzo, participou do evento e parabenizou a família pelo exemplo de empreendedorismo e sucessão. “Vocês devem estar orgulhosos do que já conquistaram, devem ter orgulho da sucessão, que é o grande desafio da agricultura familiar nos dias de hoje. A agricultura da nossa região é composta por pequenas propriedades, por isso os as famílias devem optar por atividades que gerem maior renda por área de terra, como é o caso da viticultura. E como vemos aqui, garante a viabilidade econômica, com a geração de renda e a sucessão, com qualidade de vida. Mas para isso, é preciso fazer como os jovens da família Camargo, trabalhar com qualidade, produtividade e eficiência. Eles estão no caminho certo, buscaram conhecimento e com a ajuda da Assistência Técnica estão alcançando o que tanto desejavam”, observou Frizzo.

O prefeito de Frederico Westphalen, José Alberto Panosso, reforçou os comentários do gerente da Emater/RS-Ascar e afirmou que o exemplo da família Camargo é um entusiasmo para os gestores, que acreditam no potencial do município e querem sempre trabalhar em prol do desenvolvimento econômico e social das famílias rurais e urbanas. Após o ato de abertura da colheita, os visitantes puderam conhecer a propriedade e visitar os parreirais da família Camargo, degustar e comprar uvas de diferentes variedades.

Também participaram do evento, o presidente da Câmara de Vereadores, Jacques Douglas de Oliveira, o vice-presidente da Cresol, Loreno Cerutti, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Nadir Busatto, entre outras autoridades.

 

 

 Informações: Assessoria de Imprensa Emater/RS-Ascar – Regional de Frederico Westphalen
Jornalista Marcela Buzatto




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *