Curso qualifica produtores de Planalto na elaboração de vinhos

A Emater/RS-Ascar promoveu no município de Planalto, na semana passada, um curso para viticultores sobre elaboração de vinhos. A capacitação aconteceu na propriedade da família Berlatto, na Linha Primeira Seção, interior de Planalto, e reuniu os viticultores do município que tradicionalmente participam do Concurso de Vinhos Coloniais e Artesanais de Planalto.

O engenheiro agrônomo Gelso Marchioro, instrutor do curso, abordou sobre qualidade e maturação da uva e explicou sobre as escalas de medidas que demonstram a quantidade de açúcar na uva (grau Babo), desengace e esmagamento da uva, sulfitagem do mosto, adição de leveduras, correção, fermentação alcoólica, conservação e envelhecimento do vinho, entre outras etapas da produção.

De acordo com o técnico em agropecuária da Emater/RS-Ascar, Doraci Bedin, o objetivo do curso foi oportunizar aos viticultores o acesso a informações com qualidade sobre o processo de produção de vinho, nivelando os conhecimentos empíricos com as normas oficiais do Ministério da Agricultura.

“Em função da realização do Concurso Municipal de Vinhos Coloniais Artesanais, que é realizado todos os anos, o curso serve para ampliar a qualidade dos vinhos elaborados, aumentar a oferta de vinhos, bem como favorecer a geração de renda para as famílias de agricultores familiares e qualificar a geração de mão de obra familiar”, destacou Bedin.

No município de Planalto, a viticultura é produzida em uma área de 459 hectares, envolve 226 produtores e resulta em uma produção superior a 4,5 mil toneladas de uva. Na produção de vinho, são mais de 60 produtores envolvidos.

 




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *