Bolzan reitera desejo por artilheiro, mas não tem pressa para fechar contratação

Na véspera do sorteio de grupos da Copa Libertadores da América, o presidente Romildo Bolzan Júnior falou sobre a possibilidade de trazer reforços para o plantel do Grêmio. Em entrevista à Rádio Guaíba nesta terça-feira, o mandatário gremista reiterou o desejo de contar com um artilheiro, mas revelou que não tem pressa para contratá-lo.

“Queremos um fazedor de gols. Estamos observando jogadores assim e não temos pressa para fazer esta contratação porque não há margem para erro. Vamos trabalhar com calma para acertar. Ainda não tivemos condições de avançar em grandes contratações sem ter caixa para isso”, disse Bolzan, dando a entender que o clube talvez precise vender um jogador do grupo.

Ao ser questionado sobre a possibilidade de contratar Calleri, revelado pelo Boca Juniors e que esteve no São Paulo, Bolzan elogiou o atleta, mas garantiu que o Grêmio não fez um movimento para contratá-lo. “É um jogador pronto, embora novo. Tem uma trajetória sul-americana, mas é uma contratação pouco provável, até porque não fizemos propostas. Nunca se chegou em uma situação de conversa com o seu empresário”, explicou.

Sem propostas 

Embora tenha citado a necessidade de o clube fazer caixa para contratar um grande atacante, Romildo Bolzan afirmou que o Grêmio não recebeu propostas por Walace ou Luan. “Não temos nenhuma oferta e, portanto, não há como avaliar quem poderia ficar e quem poderia ser vendido”, resumiu, antes de dizer que a defesa é o único setor do time que é inegociável. “Vamos começar o nosso time pela defesa. O Geromel, além de não ter propostas, é inegociável”, acrescentou.

Fonte: Correio do Povo




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *