Com Anderson no meio-campo, Inter enfrenta Atlético-MG por vaga na final

No dia em que enfrenta o Atlético-MG e pode encaminhar a conquista de uma vaga na decisão da Copa do Brasil, o Inter quer promover a reconciliação de Anderson com a torcida colorada. Ele não só jogará a partida desta noite, no Beira-Rio, como foi escolhido para uma função fundamental: ajudar a fechar o meio-campo, caçando os movediços meias atleticanos, e puxar os contra-ataques, forma arquitetada por Celso Roth para tentar construir uma vantagem neste primeiro jogo da semifinal.

Não será uma tarefa fácil. Anderson, principal e mais cara contratação do Inter no ano passado, jamais firmou-se na equipe. Para completar, envolveu-se em uma troca de socos com William há menos de duas semanas. Segundo as avaliações da comissão técnica, ele está apto a jogar: mais magro, pronto fisicamente e com bom desempenho nos treinos. “Como qualquer um de nós, ele merece uma segunda chance”, afirmou nessa terça à tarde o volante Fabinho, que jogará improvisado na lateral.

Ele, assim como os demais jogadores, esperam repetir a atuação que tiveram na semana passada, diante do Santos. Além da vitória, o Inter conseguiu impor bom futebol. “Ninguém acreditava na gente e conseguimos a classificação. Vamos tentar repetir agora contra o Atlético-MG, mas sabemos que vai ser difícil. Eles pouparam jogadores no final de semana”, lembra Aylon.

De olho no jogo contra o Santa Cruz, no próximo sábado, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Inter usará uma equipe mista contra os mineiros.

Galo com foco total na Copa do Brasil

Diferentemente do Inter, que prioriza o Brasileirão, o Atlético-MG mira o título da Copa do Brasil. Não que sua posição no Brasileiro seja ruim — atualmente, é o terceiro, oito pontos atrás do líder Palmeiras —, mas por crer que o torneio seja uma chance mais clara de encerrar a temporada com um título. Por isso, deve priorizar a Copa do Brasil com maior ênfase a partir de agora.

Na partida contra o Figueirense, pelo Brasileirão, o técnico Marcelo Oliveira usou uma formação mista. Robinho, por exemplo, começou no banco de reservas e entrou depois. Mesmo assim, venceu o confronto no estádio Independência por 3 a 0.

Nessa terça-feira, já em Porto Alegre, Oliveira orientou um treino fechado no CT Luiz Carvalho, do Grêmio, no qual não forneceu pistas da formação que mandará a campo hoje. É certo que o centroavante Fred, que já marcou 13 gols no Brasileirão, está fora. Assim como Anselmo, do Inter, ele já defendeu outro clube nesta edição da Copa do Brasil.

O Atlético-MG confirmou que mandará a partida de volta, na próxima quarta-feira, no Independência, onde possui bom retrospecto em mata-matas. Mas, na última vez que se enfrentaram em fases assim, o Inter levou a melhor: empatou por 2 a 2 em Belo Horizonte e passou para as quartas da Libertadores 2015 vencendo no Beira-Rio por 3 a 1.

Fonte: Correio do Povo




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *