Negociação entre bancários e Fenaban é adiada para esta quarta-feira

A rodada de negociações entre a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) e os bancários foi suspensa e adiada. Após mais de quatro horas de negociações, nesta terça, a tentativa de acerto será retomada às 15h desta quarta-feira, em São Paulo.

Conforme o SindBancários, que representa a região Metropolitana de Porto Alegre, os bancos não chegaram a apresentar proposta, mas houve debates. A expectativa da categoria é de que a Fenaban ofereça nova proposta, diferente da que já foi rejeitada pela categoria: 7% de aumento e R$ 3,3 mil de abono. Os bancários exigem reajuste de 9,62% e 5% de aumento real, além de outras questões.

A greve já chega a 22 dias em todo o país. De um total de 1,7 mil agências no Rio Grande do Sul, 1.041 foram fechadas nesta terça, contra 1.037 na segunda, conforme a Fetrafi-RS.

Liminar

Na segunda-feira, a OAB/RS divulgou que obteve liminar na Justiça do Trabalho determinando o restabelecimento imediato do efetivo mínimo de 30% de trabalhadores durante a greve. A medida deveria ser cumprida a partir desta terça nos postos de atendimento ou agências existentes nos órgãos da Justiça Estadual, Federal ou do Trabalho em todo o RS, com multa diária de R$ 5 mil em caso de descumprimento.

A assessoria jurídica do SindBancários informou que prepara mandado de segurança à decisão judicial da Justiça do Trabalho. A decisão é estadual, mas o sindicato só representa a região Metropolitana de Porto Alegre. O SindBancários afirma que, nas agências de base, já há 30% de profissionais – no entanto, muitas vezes, os próprios bancos não querem abrir.

Fonte: Correio do Povo




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *