Inter visita América-MG e busca a vitória para sair do Z4

Já que deixou a vitória escapar nos jogos em casa, será em Belo Horizonte que o Inter buscará os três pontos que podem aliviar a sua situação na tabela do Campeonato Brasileiro. Mergulhado na zona de rebaixamento, o time colorado joga à noite, às 20h, contra o América-MG no encerramento da 26ª rodada. O time de Celso Roth não somou pontos em seus dois últimos compromissos. Com derrotas dos seus adversários diretos, colorado pode subir para a 14ª posição se vencer.

Por incrível que pareça, na opinião de alguns, o fato de jogar longe do Beira-Rio e da pressão da torcida pode ser benéfico neste momento de turbulência. Quinta-feira, após a derrota diante do Vitória, houve protestos de torcedores. Durante o jogo, em vários momentos, a torcida também vaiou.

“Jogar fora de casa dá uma certa tranquilidade, porque sabemos que não vai ter vaias e nem xingamentos. Isto dá uma tranquilidade maior e uma confiança a mais”, enfatiza Aylon. Ele ressalta, porém, que em outras circunstâncias o apoio da torcida é melhor: “Gostaríamos de jogar em casa, com apoio da torcida, mas sabemos que o nervosismo atrapalha. Estamos ansiosos e a pressão é muito grande”.

Pelo menos na tabela, o América-MG é o adversário sob medida para o Inter amainar a crise. O time mineiro tem apenas 15 pontos no Brasileirão e, apesar de ainda nutrir uma esperança matemática, está virtualmente rebaixado. Em casa, a equipe de Enderson Moreira perdeu sete dos seus 12 jogos. Empatou dois e venceu apenas três. “A gente está deixando passar pontos, vacilando em jogos dentro de casa. Temos que buscar a vitória fora de qualquer jeito”, admite Aylon.

Enderson Moreira, em entrevista ao site do América-MG, se disse surpreso com a situação do Inter: “Será um jogo muito difícil. O Inter é uma equipe gigante no futebol brasileiro, está passando por um momento de dificuldade, mas tem jogadores de altíssimo nível, um treinador extremamente experiente e capaz”.

Campeonato Brasileiro – 26ª Rodada

América-MG

João Ricardo; Jonas, Sueliton, Éder Lima e Gílson; L. Guerreiro, Ernandes, Juninho e Danilo; Osman e Nixon. Técnico: E. Moreira

Inter

Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando e Artur; R. Dourado, E. Henrique, Fabinho e Valdívia; Eduardo Sasha e Aylon. Técnico: Celso Roth

Horário: 20h

Local: estádio Independência, em Belo Horizonte.

Árbitro: Rafael Traci (PR).

Auxiliares: Ivan Carlos Bohn (PR) e Luiz H Souza Santos Renesto (PR)

 

Correio do Povo




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *