Grêmio vence o Palmeiras em grande jogo na Arena

O Grêmio venceu o Palmeiras em um grande jogo de futebol, nesta quarta-feira na Arena. A equipe gremista não se intimidou diante do líder do Brasileirão e fez uma de suas melhores partidas no segundo semestre. A festa com a vitória, contudo, ficou com a preocupação do saldo qualificado, com o placar de 2 a 1. Desta forma, para avançar à semifinal da Copa do Brasil, o Tricolor jogará pelo empate na partida de volta, mas não poderá perder por 1 a 0 para os paulistas no próximo dia 19 de outubro.

O Tricolor manteve um alto volume de jogo durante todo o primeiro tempo. No começo, o Palmeiras ensaiou uma pressão e levou perigo, mas os comandados de Renato Portaluppi mantiveram a marcação no campo adversário e construíram o placar numa bela atuação.

Apesar de jogar fora de casa, o Verdão veio para cima no começo da partida e incomodou a defesa gremista. Aos cinco minutos, Roger Guedes tabelou com Gabriel Jesus na área, mas na hora do chute Geromel afastou. O atacante da Seleção voltou a incomodar três minutos depois. Ganhou de dois marcadores na direita e rolou para Zé Roberto. Da meia-lua, sem marcação, ele chutou colocado, mas a bola passou à esquerda do gol.

Tricolor manda na partida e abre o placar

O Grêmio respondeu com belas assistências de Douglas. O meia deixou Pedro Rocha na cara do gol aos 14, mas o garoto teve dificuldades no domínio e a zaga tirou. Depois, foi Luan que recebeu uma assistência de letra do camisa 10. Ele girou e tentou o chute, mas carimbou Vitor Hugo.

Aos 29, o Palmeiras voltou a ameaçar a meta de Grohe. Fabiano driblou Geromel, mas o zagueiro se recuperou para fechar o ângulo. O lateral abriu para Roger Guedes, que bateu por cobertura, no ângulo esquerdo. O goleirão gremista teve que dar dois passos rápidos para trás e catar firme.

Logo depois, contudo, veio o gol gremista, para recompensar a boa atuação. Aos 33, Douglas dividiu com a zaga e conseguiu abrir de primeira para Ramiro. Na direita, ele aproveitou a bola à meia altura e emendou um voleio. A bola passou voando pelo goleiro Jailson e entrou no ângulo esquerdo. Um golaço para fazer explodir a torcida na Arena com o 1 a 0.

O Grêmio teve a chance de ampliar aos 37 minutos. Pedro Rocha apertou a marcação e Fabiano recuou para o goleiro. Atrapalhado, Jailson pegou com a mão e foi anotado o tiro livre indireto. Luan rolou para o lado na cobrança e Pedro Geromel disparou um míssil, mas Zé Roberto se atirou na frente para afastar.

Só que o 2 a 0 estava encomendado, quando Luan sofreu falta aos 44 minutos. O garoto levantou para Geromel, livre na área. O zagueirão desviou de cabeça e acertou a forquilha do ângulo. Pedro Rocha entrou na corrida e conseguiu empurrar para o fundo das redes, determinando boa vantagem antes do intervalo.

Paulistas pressionam e conseguem pênalti

O Palmeiras voltou infernal no começo da segunda etapa. Walace até teve a chance de ampliar aos dois minutos, ao receber de Pedro Rocha e chutar para fora. Mas no contragolpe, Gabriel Jesus foi lançado, driblou Geromel e cavou o pênalti. Ele tirou a bola de Marcelo Grohe e esperou o impacto.

Zé Roberto foi o escalado para a cobrança. Contra o ex-clube, ele correu para a bola e bateu de chapa no meio do gol. Marcelo Grohe caiu para a esquerda e viu o saldo qualificado morrer no fundo das redes para o 2 a 1, aos 4 minutos.

A partida ficou acelerada, com as equipes buscando o gol. Luan perdeu boa chance aos seis minutos, ao receber na entrada da área e disparar um chute forte que Jailson catou firme. Aos 9, Luan levanto cobrança de falta na área, Kannemann tentou o cabeceio, mas a bola veio baixa e resvalou no zagueiro.

O Palmeiras, por sua vez, insistiu na bola aérea, com tentativas pelas laterais com Roger Guedes e Zé Roberto. Mas a zaga gremista estava atenta e soberana, sem dar chances de conclusão. Nos contragolpes, o Tricolor por pouco não ampliou. Aos 25, Jailson recebeu na direita e centralizou para Pedro Rocha. Ele girou e ficou sem espaços. Rolou para Luan que da quina da pequena área chutou cruzado, mas para fora.

Cuca mandou o Palmeiras para a frente, com Lucas Barrios e Rafael Marques. O argentino quase empatou aos 40 minutos. Ele recuperou bola no meio da área e chutou à queima roupa, mas Grohe fez grande defesa. A bola sobrou na marca do pênalti, mas Jailson despachou e manteve a vitória gremista.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *