Grêmio aposta todas as fichas em partida contra Palmeiras pela Copa do Brasil

A Copa do Brasil virou obsessão para o Grêmio este ano. Praticamente sem chances de título no Brasileirão, o Tricolor aposta todas as suas fichas na competição que já venceu quatro vezes, para voltar a levantar um troféu de relevância. E o adversário nas quartas de final é um velho conhecido dos torneios de mata-mata: o Palmeiras. Ambos fazem o primeiro jogo das quartas de final nesta quarta-feira, a partir das 21h45min, na Arena.

Tanto o técnico Renato Portaluppi quanto os jogadores fizeram questão de ressaltar que se trata de uma partida de 180 minutos. Nessa terça, o treinador fechou o último treinamento antes do confronto, mas a equipe não deve ter novidades. “Nós sabemos que é uma decisão em 180 minutos. Começa na nossa casa e vamos fazer o possível para levar alguma vantagem a São Paulo. Vamos jogar nossa vida”, resumiu o zagueiro Geromel.

A defesa será fundamental no jogo de hoje, já que a Copa do Brasil tem saldo qualificado e a missão é não sofrer gols na Arena. “Essa competição virou nosso objetivo este ano”, completa Geromel, que terá o argentino Kannemann ao seu lado na zaga. Em jogo entre Grêmio e Palmeiras, recentemente, ele travou um duelo particular com o atacante Gabriel Jesus.

“Sabemos da qualidade dele (Gabriel Jesus). Ele vai tentar fazer os gols e eu vou tratar de evitar que ele faça”, disse Kannemann. “É um jogo no qual precisamos estar concentrados o tempo todo e não deixar espaços”, finalizou o argentino.

O Palmeiras vem com força máxima, mesmo estando na liderança do Brasileirão. O técnico Cuca não deve poupar ninguém no jogo de hoje. O desfalque é Jean, com desgaste físico. O zagueiro Edu Dracena, poupado no final de semana contra o Coritiba, retorna ao time.

Copa do Brasil 2016 – quartas de final

Grêmio

Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Jailson, Douglas, Pedro Rocha e Luan; Henrique Almeida. Técnico: Renato Portaluppi.

Palmeiras

Jailson; Fabiano, Mina, Vitor Hugo e Egídio; Gabriel, Moisés e Tchê Tchê; Róger Guedes, Gabriel Jesus e Dudu. Técnico: Cuca.

Árbitro: Cláudio Lima e Silva (SE)

Auxiliares: Bruno Boschilia (PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)

Local: Arena

Horário: 21h45min




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *